• BANCO DE INVESTIMENTO

    RESUMO DE BANCOS DE INVESTIMENTO É obrigatório ser uma empresa privada, constituída no regime de sociedade anônima de capital aberto ou fechado. Também é obrigado a ter a expressão “Banco de investimento” em sua razão social. Principias atividade: Subscrição de valores mobiliários (underwritring); Administrar fundos de investimentos. Pode captar recursos por meio de depósitos a

    Saiba mais... »
  • SCFI – SOCIEDADE DE CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO

    SCFI – SOCIEDADE DE CRÉDITO FINANCIAMENTO E INVESTIMENTO Conhecida como “Financeira”. Deve ser uma sociedade anônima e somente privada. O máximo de endividamento de uma financeira é de 12 vezes o seu patrimônio. Operações passivas: Depósito a prazo com RDB; Letras de câmbio. Operações ativas: Financiamentos de bens; Financiamento de serviços.  

    Saiba mais... »
  • BANCO DE DESENVOLVIMENTO

    RESUMO BANCO DE DESENVOLVIMENTO Característica dos banco de desenvolvimento:  Deve ter em sua razão social o nome ”BANCO   DE DESENVOLVIMENTO”  e o estado de qual faz parte.  Captação de recursos:  Depósitos a prazo em CDB ou RDB; Repasses do BNDES; Empréstimos do exterior.  Operações ativas do banco comercial: Financiar projetos de médio e longo prazo

    Saiba mais... »
  • SBPE – SISTEMA BRASILEIRO DE POUPANÇA E EMPRÉSTIMO

    SBPE -  SISTEMA BRASILEIRO DE POUPANÇA E EMPRÉSTIMO. As instituições captam dinheiro por meio de poupança e poupança compulsória (FGTS e outros) e aplicam estes recursos na área habitacional. Fazem parte do sistema: SCI- SOCIEDADE DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO Tem fins lucrativos; Sociedade anônima de capital aberto ou fechado; Obrigatório constar “crédito imobiliário” na razão social;

    Saiba mais... »
  • BANCOS COMERCIAIS

    RESUMO BANCO COMERCIAL A principal característica de banco comercial e a criação de moeda escritural. Outras características: Sociedade anônima aberta ou fechada; Pode ser pública ou privada; Deve ter em sua razão social o nome ”BANCO”. Operações passivas do banco comercial (captação de recursos): Depósitos  à vista em conta corrente; Depósitos a prazo em CDB

    Saiba mais... »
  • CRSFN – CONSELHO DE RECURSOS DO SISTEMA FINANCEIRO NACIONAL

    CRSFN- CONSELHO RECURSOS DO SITEMA FINANCEIRO NACIONAL O Conselho de recursos do sistema financeiro nacional julga em segunda e ultima instância recursos interpostos referente a penalidades administrativa aplicadas. É um órgão colegiado e vinculado ao Ministério da Fazenda. Penalidades julgadas serão dos seguintes órgãos: Bacen; CVM; Secex; Ministério da Fazenda; Ministério do Desenvolvimento; Secretária da

    Saiba mais... »
  • CVM – COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS

    RESUMO SOBRE CVM A CVM, Comissão de valores mobiliários, é uma autarquia colegiada composta por 5 diretorias. Seus membros são nomeados pelo poder executivo e aprovados pelo Sanado Federal. A CVM faz reuniões semanais e suas decisões são divulgadas por meio de Instruções Normativas. A CVM regulamenta o mercado de valores mobiliários. Entre os produtos

    Saiba mais... »
  • BACEN – BANCO CENTRAL DO BRASIL

    RESUMO BACEN – BANCO CENTRAL DO BRASIL O Bacen, Banco Central do Brasil, é uma autarquia composta de 9 diretorias colegiadas. Seus membros são nomeados pelo poder executivo e aprovados pelo Sanado Federal. O Bacen faz reuniões semanais e suas decisões são divulgadas por meio de circulares. O Bacen é um órgão supervisor do SFN

    Saiba mais... »
  • CMN – CONSELHO MONETÁRIO NACIONAL

    RESUMO SOBRE O CMN -  CONSELHO MONETÁRIO NACIONAL O CMN é o órgão normativo e máximo do sistema financeiro nacional. Suas decisões são intituladas de RESOLUÇÕES. O CMN é composto por 3 membros: Ministro da Fazenda; Ministro do Planejamento; Presidente do Banco Central que tem status de ministro. As reuniões ordinárias do CMN são mensais

    Saiba mais... »
  • COOPERATIVAS DE CREDITO

    As cooperativas de crédito se dividem em: A) singulares, que prestam serviços financeiros de captação e de crédito apenas aos respectivos associados, podendo receber repasses de outras instituições financeiras e realizar aplicações no mercado financeiro; Cooperativas de Crédito B) centrais, que prestam serviços às singulares filiadas, e são também responsáveis auxiliares por sua supervisão; e

    Saiba mais... »

Back to Top